TRABALHO

Trabalho: da sua origem às plataformas de trabalho online

Facebook WhatsApp LinkedIn Twitter Telegram

Entenda o que é trabalho, seus desafios e novas oportunidades | Tendências de mercado.

A força motriz que empurra o progresso de um país é o trabalho e, neste artigo, vamos tratar de entender a fundo o que é trabalho, explicando da sua origem até às plataformas de empregos.

O futuro de uma nação que quer crescer e se desenvolver, como já dissemos, depende de agendas de tarefas, ou seja,transformar todos os setores em máquinas de produção.

Sejana educação, saúde, economia e outros setores específicos como energia, tecnologia e artes, entender como o ofício se dá e como fomentar o empreendedorismo.

Não só para criar oportunidades econômicas e crescer a renda per capita, mas também gerar empregos e crescimento.

Neste artigo vamos também abordar o que é ofuturo do trabalho.

Uma nova tendência que transforma a definição tradicional e coloca uma nova dimensão de crescimento profissional e geração de renda para empreendedores autônomos.

O que é Trabalho?

A definição mais direta que encontramos foi apresentada pelo próprio buscador Google quando pesquisamos O que é Trabalho.

“Trabalho é um conjunto de atividades, produtivas ou criativas, que exercemos para atingir um determinado fim”.

Mas há também uma segunda definição que aborda melhor a temática deste artigo, que é a redefinição do conceito nos dias atuais.

Afinal, trabalho é, de uma maneira mais moderna e simples, uma carreira profissional. Em outras palavras, é exercer uma profissão ou missão profissional, seja ela qual for.

Novos tipos de empregos e carreiras surgem em todos os setores

Com a evolução da sociedade, as formas de labor também se modificaram. Nesse momento, novas profissões estão surgindo – e algumas estão desaparecendo.

A profissão de youtuber é uma carreira muito nova!

Mas mesmo com pouco tempo, muitas crianças e adolescentes estão falando em casa: “eu quero ser youtuber”.

A vocação para ser youtuber requer comunicação e experiência em áreas específicas e há youtubers famosos para todas as áreas.

O mesmo para gamer. Você sabe o que um Gamer Profissional faz?

Contudo, Gamer é um novo tipo de profissão, onde você pode ganhar dinheiro jogando em plataformas de streaming de jogos. Você pode participar de campeonatos ou mesmo ser assistido enquanto você joga.

E você pode pensar nesse momento que a criação de novos tipos de carreira é um privilégio da área de tecnologia, mas vai ver que não é.

No setor de beleza, os serviços de cabeleireiro, barbeiro, manicure e pedicure parecem os mesmos de 20 e 30 anos atrás.

Mas recentemente surgiram novas especializações no setor de beleza que convivem com atividades mais clássicas, por assim dizer.

Assim como designer de sobrancelhas, designer de cílios, designer de unhas, personal stylist são mais exemplos que podemos dar sobre novos tipos de negócios que estão surgindo.

O crescimento dos Trabalhos diferenciados

Os empregos convencionais também podem se modernizarem e se tornarem diferentes e sofisticados.

Enquanto que, para atender novos públicos e melhor competir no mercado, os serviços estão ficando também “gourmetizados“.

A fotografia é um setor que vem investindo e inovando no sentido de criar novos produtos e serviços. Além disso, foto produtos como canecas, fotolivros, camisetas e imã podem ser adicionados aos serviços fotográficos.

Ao mesmo tempo, na fotografia também está crescendo os miniensaios, onde cenários elaborados e especiais para certas ocasiões especiais criam oportunidades de fotos especiais.

Quem mais aproveita a gourmetização ou maneiras de sofisticar o emprego são os profissionais que atuam em nichos ou subsegmentos específicos dentro de um mercado.

Por exemplo, segundo estudo recente do mercado fotográfico, vários fotógrafos estão deixando de fotografar pessoas para fotografar cachorros, gatos e outros animais.

Um pouco da história

A princípio, o conceito de trabalho começa na sociedade primitiva, na idade das pedras quando os homens começaram a caçar e construir suas casas.

Sendo assim, viver em grupo ou em sociedade requer distribuição de tarefas. Bem como, caçar, plantar, estocar comida, cuidar da segurança e tantos outros afazeres começaram a ser aperfeiçoados e também ensinados entre as pessoas.

Acima de tudo, oconceito é sempre algo muito importante para a comunidade.

Ele também é tema muito abordado na Bíblia, a começar pelo relato da criação do mundo:

“No sétimo dia Deus já havia concluído a obra que realizara, e nesse dia descansou.”Gênesis 2:2

Mas o labor também pode ser nefasto e cruel. Estamos falando do trabalho forçado ou escravo.

Como é sabido, a escravidão foi algo que marcou bastante a história da humanidade. Começando na antiguidade e permanecendo como prática comum em centros impérios e países, até relativamente pouco tempo atrás.

Hoje em dia, após a globalização, se discute muito a escravidão moderna, onde milhões de pessoas sao obrigadas a trabalhar em condicoes “praticamente” forçadas por uma ou outra razão.

A Apple, a Nike, a Zara foram algumas das marcas famosas que foram acusadas de usar mão de obra “semi-escrava” em suas produções pelo mundo, fazendo que suas ações caíssem mediante repercussão tão negativa na mídia.

Enfim, o trabalho análogo à escravidão é inaceitável e grandes empresas empregam grande cuidado na certificação de fornecedores para verificar que não exista, na cadeia de suprimentos, crimes contra pessoas ou o meio ambiente.

Etimologia da palavra Trabalho

A primeira vista, a maneira como o trabalho é abordado na Bíblia e em textos antigos geralmente é de maneira nobre e positiva, como já dissemos.

Mas no latim, a palavra trabalho teve uma conotação bem negativa que vale comentar.

Ela se origina da palavra em latim Tripalium. Tri é três e Palus significa pau, sendo o Tripalium um instrumento de três paus usado na lavoura.

No final do Século 6, o tripalium passou a ser também o nome de um instrumento romano de Tortura.

Podemos dizer ou fazer piadas que trabalhar não é nada fácil, podendo ser muito duro e sofrido. Mas convenhamos que a relação da palavra trabalho com tortura é muito ruim e difícil de aceitar.

Mas felizmente, em outros idiomas e culturas, sua etimologia não está ligada a tortura e sofrimento.

Por exemplo, trabalho em Japonês é Shigoto, que significa servir ou fazer.

Interessante que várias palavras derivadas de Shigoto são expressões relacionadas ao trabalho manual, ao artesanato e com derivações interessantes como material e local de trabalho.

Veja alguns exemplos:

No inglês antigo (Work) simplesmente significa realização de um serviço físico, o que é nobre também.

Em grego a palavra trabalho é Ergon e Aristóteles criou o conceito de trabalho intelectual, criando trabalhos (teses) sobre ética e o mundo

Nesse meio tempo e associado ao conceito surgiu também uma palavra que é muito citada hoje em dia: Meritocracia.

O conceito meritocracia é de elogiar e premiar bons trabalhos.

O mérito é dado de acordo com as habilidades, competências, virtudes e resultados associadas a ocupação ou estudo, independente da classe social ou religião do trabalhador ou estudante.

Leis do Trabalho

A legislação trabalhista ou regras de órgão regulamentadores controlam as atividades de muitas profissões no Brasil.

Trabalhar é sempre um desafio em certas áreas onde possuem restrições e regras para cumprir.

Dessa forma, alguns exemplos de profissões regulamentadas são: Médicos, Dentistas, Advogados, Engenheiro/Arquiteto, Corretor de Imóveis e Publicitário.

Portanto, para atuar nessas profissões é necessário atender a requisitos, que vão muito além do diploma.

Por exemplo, o site profissional de um advogado não pode incluir publicidade com a intenção de captar clientes.

A Legislação Trabalhista

A legislação trabalhista brasileira concentra, digamos, o maior número de regras e leis voltadas as atividades profissionais.

Porém ela não foi feita para ser facilmente entendida, principalmente porque suas regras são complexas, cheias de detalhes e conectadas a outras leis e regras da constituição.

Portanto, em matéria de lei e regulamento, é sempre importante estudar e ter o apoio de contadores e advogados.

Os Tipos de Trabalho

O trabalho pode ocorrer de diversas formas, e de acordo com a profissão ou a função exercida, ela pode ser formal ou informal.

Para que possamos entender melhor as diferenças entre o emprego formal e informal, vamos abordar brevemente o trabalho CLT, o trabalho autônomo e outros tipos.

Trabalho CLT

A história da legislação trabalhista é muito antiga no Brasil, mas foi na constituição de 1988 que novas regras foram incorporadas, algumas como conhecemos e outras foram adaptadas e implementadas com o passar dos anos.

Portanto, um emprego CLT é aquele que na prática possui registro em carteira e o trabalhador tem direitos e também a benefícios como:

  • vale-transporte;
  • descanso semanal remunerado;
  • salário mínimo;
  • férias;
  • FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço);
  • 13º salário;
  • horas extras;
  • adicional noturno;
  • licença-maternidade;
  • licença-paternidade;
  • aviso prévio proporcional;
  • reconhecimento das convenções e acordos coletivos de trabalho.

O Trabalho Autônomo

Afinal, o que significa de trabalho autônomo ou independente?

Em resumo, significa que a pessoa atua por conta própria, prestando serviços na área em que é especializado.

Mas fique atento que, associar o trabalho autônomo ao trabalho informal, é um erro.

O MEI – Micro Empreendedor Individual, é uma excelente opção para esse trabalhador autônomo desempenhar suas funções de maneira totalmente formal.

É possível também o trabalhador autônomo escolher outros regimes diferentes do MEI, como por exemplo, constituir uma microempresa.

Dessa forma, o trabalho autônomo é outra forte tendência na nova economia, que é o mercado de trabalho moderno e normalmente criativo, amparado no talento, criatividade e conhecimentos técnicos.

Assim como veremos mais adiante, o crescimento de trabalhadores autônomos cresce mais rápido que as vagas em regime de CLT nas empresas.

Trabalho Freelancer

Outro sinônimo para trabalho autônomo é o freelancer. Os trabalhos freelancers são normalmente caracterizados por serem de rápida execução ou por curto período de tempo.

Por conta disso, é possível trabalhar como freelancer junto com outra profissão e, claro, traz complemento de renda.

Assim também, fazer um trabalho freelancer (ou freela para os muito jovens!) significa cumprir um escopo de serviço contratado por um cliente, e na sequência ir atrás de outros clientes para fazer outro.

Portanto, usar tecnologia, expor seu portfólio online na internet para captar clientes é fundamental para manter os pedidos de novos trabalhos.

De acordo com fatos históricos, conta-se que o pianista Mozart, por volta de 250 anos atrás, foi um dos primeiros trabalhadores freelancers.

Era oferecido trabalho por onde ele passeava, e se ele gostava ele aceitava. Esse princípio de ver oportunidades de trabalho, é o mesmo princípio das plataformas de emprego moderno – que logo vamos ver a seguir.

Empresário

Outra forma de trabalhar é como empresário. Empresário é um tipo de trabalho, onde se investe dinheiro e tempo para constituir um negócio.

Normalmente o empresário assume mais riscos que um trabalhador autônomo. Seja pelo fato do negócio exigir um ponto físico ou exigir funcionários ou ainda precisa ter um plano de negócios mais detalhado.

Mas com a expansão dos negócios digitais e oportunidades de você vender online ou criar um e-commerce em algum marketplace. É possível hoje em dia ser um empresário de um grande negócio e com pouco investimento ou poucos funcionários.

Para o empresário o programa MEI normalmente não se enquadra, porque no MEI o faturamento anual máximo permitido é de R$81.000,00 e ainda, entre outras regras, possui o limite de apenas 1 funcionário.

Portanto, para o empresário resta como alternativa jurídica constituir uma empresa, e ele poderá escolher entre o regime tributário simples ou de lucro real.

Trabalho Voluntário

Por fim, vamos agora falar um pouco de outro tipo de trabalho que é feito com alma e coração: o trabalho voluntário.

O voluntariado, que estamos mais acostumados a ver no Brasil, é o de assistência a pessoas carentes ou em risco.

Mas o trabalho voluntário pode também assumir outros interesses como educativo, técnico e até de mentoria em negócios.

Sendo assim, todas as pessoas são aptas a fazer algum tipo de trabalho voluntário, basta apenas encontrar o nicho ou segmento que mais te agrada e, procurar em sua cidade, locais que você possa executar o voluntariado.

Acima de tudo, o trabalho voluntário é uma maneira de retribuir a sociedade com realizações que ajudem os outros.

Para encontrar maneiras de fazer um trabalho voluntário voltado à educação e negócios, o Sebrae é uma das organizações mais conhecidas que promovem o trabalho voluntário.

Além disso, ao procurar o Sebrae ou outra instituição, procure também por oportunidades para ser palestrante para poder compartilhar conhecimento e inspirar as pessoas.

A possibilidade de ajudar o próximo é sempre algo inspirador.

E falando em trabalho, ajudar um negócio ou uma pessoa a trabalhar melhor pode ser um divisor de águas para o empreendedor que precisa de apoio.

Afinal, como conseguir trabalho?

Essa é uma pergunta que milhões ou até bilhões de pessoas fazem diariamente no mundo.

Comprar e abrir uma página de jornal nos classificados e procurar por vagas era como funcionava décadas atrás. Mas as técnicas de como ​conseguir trabalho vem mudando na sociedade, graças a tecnologia e a internet.

Sendo assim, vamos explicar como funcionam as três principais maneiras de conseguir trabalho hoje em dia.

1. Sites e Portais de Emprego

Em resumo, sites ou portais de emprego são plataformas online em que as empresas anunciam as vagas e o candidato também pode manter um cadastro.

Incluir o currículo e descrição das suas qualidades e competências e também se aplica para concorrer a uma oportunidade de emprego.

Em algum momento da sua carreira, se estiver buscando oportunidades para trabalhar em uma empresa, com certeza o melhor a fazer é procurar em sites ou portais de emprego. Você encontrará todo tipo de oportunidade.

Sites e portais de emprego funcionam de maneira bem simples e intuitiva.

Sendo assim, se você optar por aplicar para uma vaga de emprego, é importante você saber que o processo geralmente não é tão transparente e previsível como gostaríamos.

Mas quem disse que conseguir uma vaga de emprego é fácil? Pois o funil para escolher o candidato ideal é longo e árduo, sem falar que dezenas ou centenas de candidatos normalmente se aplicam para uma vaga publicada.

Como encontrar um site ou portal de emprego ideal para você? A lista de sites e portais disponíveis dão uma lista longa.

O Catho é um dos sites de empregos mais populares do Brasil. O Linkedin é uma mistura de rede social e também plataforma para encontrar emprego.

As grandes vantagens do Linkedin, além de seu acesso gratuito, é que abrange todos os setores da indústria e também é uma plataforma global, o que é uma grande vantagem para quem busca oportunidades em empresas estrangeiras.

Por fim, você pode também acessar a InfoJobs, outro portal bastante conhecido que disponibiliza vagas de emprego em vários segmentos.

2. Plataformas de Trabalhos

Graças a internet, e às soluções online, temos o acesso direto a qualquer profissional disponível para fazer um trabalho.

Surgiram, dessa maneira, as plataformas de trabalho ou plataformas para freelancers, que são grandes facilitadores para promover a contratação Freelancer e simplificar de maneira incrível toda burocracia necessária à contratação.

O UBER, Workana e GetNinjas são grandes exemplos de plataformas de trabalho.

Como essas plataformas funcionam?

Para ser um trabalhador autônomo, e conseguir clientes e oportunidades de maneira direta, é preciso criar um site e perfis nas redes sociais e divulgar seu portfólio.

É muito importante lembrar que empreender como profissional autônomo é muito desafiador, mas pode ser muito recompensador, porque os custos fixos são normalmente baixos e o ganho pode ser muito alto.

Inclusive, temos um artigo que aborda as qualidades que um trabalhador autônomo precisa para empreender bem.

Lembrando que, para trabalhar sozinho, é preciso desempenhar muitas funções que não gostamos ou que não são tarefas tão ligadas ao nosso talento ou a função principal.

Estamos falando aqui da disciplina de ter que preparar e enviar proposta, atualizar o site com novidades, fazer conteúdos para redes sociais além de fazer marketing.

3. Redes sociais e Indicação

Em redes sociais, embora não seja seu propósito principal, é possível encontrar muitas oportunidades de emprego.

Muitas pessoas, conectadas às redes sociais, divulgam vagas ou até mesmo divulgam que estão buscando uma ocupação.

A vantagem das redes sociais versus os portais e plataformas de emprego, são seus aspectos de indicação. Ao ver uma vaga ou oportunidade, imediatamente você pode indicar para um amigo que esteja buscando.

A interação nas redes sociais é praticamente imediata, mas isso não significa que o processo de conseguir um emprego acaba sendo mais simples.

Em conclusão, conseguir um emprego pode ser uma jornada mais longa do que planejávamos ou queríamos, e o processo de contratação pode também ser bastante burocrático e concorrido.

O que é o Futuro do Trabalho?

Com tantas inovações e mudanças no mercado, surgiu o conceito Futuro do Trabalho.

Desde já, o Futuro do Trabalho reflete justamente as novas maneiras de conseguir emprego e que, olhando para o futuro, tudo indica que será o padrão daqui pra frente.

A expansão acelerada de plataformas como Uber, Workana e GetNinjas confirma o Futuro do Trabalho como forte tendência.

Hoje é possível encontrar praticamente em cada família alguém que atua como freelancer. Isso é uma mudança radical no mercado de trabalho.

Portanto, as plataformas de emprego simbolizam mesmo uma revolução.

Estamos acompanhando o crescimento da telemedicina, terapia a distância e um crescimento sem igual de novas atividades sendo realizadas na modalidade de freelancer.

Uma estatística muito interessante e recente compara a força do Futuro do Trabalho.

Hoje, há mais profissionais autônomos que assalariados com registro CLT.

É graças às plataformas de emprego que um grande potencial humano se desenvolve de maneira remota e sem barreiras.

O Futuro do Trabalho é para todos.

É um mundo onde o emprego está ao alcance de todos e certamente novas plataformas surgirão com a missão de facilitar o recrutamento e a colaboração, cada vez com menos trâmite burocrático e empecilhos.

Algumas frases famosas sobre trabalho

A expressão mais popular no Brasil é “Deus ajuda quem cedo madruga”.

Embora a expressão não possua diretamente a palavra trabalho, é de conhecimento empírico que essa frase se direciona ao fato de levantar cedo e começar a sua jornada.

E há outras expressões famosas:

“A prática leva a perfeição” é uma frase que indica a ação perfeita e com muita qualidade feito por alguém experiente. O mesmo significado você encontra na expressão “A pressa é inimiga da perfeição”.

Outra expressão muito famosa é “Dê ao homem um peixe e ele se alimentará por um dia. Ensine um homem a pescar e ele se alimentará por toda a vida.”.

Nessa frase, pescar é usado como sinônimo de trabalhar: “Ensine um homem a trabalhar e ele se alimentará por toda vida”.

Conclusão

O trabalho é parte da nossa vida e é essencial para a sociedade e a economia. Primordialmente, o futuro depende do trabalho.

É muito importante olharmos para o trabalho, no conceito de nos debruçarmos e entendermos o que vem mudando.

Assim como novas direções, possibilidades e tendências surgem todo ano, positivamente ou negativamente, as carreiras e a vida das pessoas também são afetadas por essas mudanças.

Como conseguir um emprego, como foi comentado no artigo, é uma grande preocupação da sociedade. E é uma preocupação muito válida e realista.

A World Economic Forum previu que em 2030 precisaríamos criar 2 bilhões de empregos no mundo, onde 20% da população global precisaria de trabalho.

Portanto, a única forma de conseguir “tanto trabalho” para tanta gente não é somente criando emprego, mas sim criando plataformas e redes inteligentes para promover empregos em todos os setores e de todos os tipos.

Como este artigo tentou revelar também, devemos compreender que o mundo está se tornando cada vez mais um mundo de freelancers.

Crescer na carreira não significa somente trabalhar em empresa e ser promovido.

No futuro do trabalho, a pessoa é o próprio negócio, e cabe ao profissional encontrar maneiras e fazer boas escolhas para alcançar o topo em sua carreira.

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

O Artigo TRABALHO apareceu primeiro no Blog da Alboom

Facebook WhatsApp LinkedIn Twitter Telegram